Pedro Vieira

Nasceu em Lisboa, em 1975, cidade onde reside. Licenciado em Publicidade e Marketing pela Escola Superior de Comunicação Social, trabalhou como criativo no canal Q, onde foi um dos responsáveis pelo programa Ah, a Literatura! e apresentou o diário Inferno. Atualmente é anfitrião do programa de debate da RTP3 O Último Apaga a Luz. Enquanto livreiro passou pelo grupo Almedina e pela Bulhosa Livreiros e foi designer gráfico do Centro Cultural Olga Cadaval. Fez formação adicional na área da Ilustração, que exerce em regime freelance, em cursos promovidos pela Ar.Co e pela Fundação Calouste Gulbenkian. É ilustrador residente da revista LER. Trabalha com regularidade no meio editorial e fez trabalhos de ilustração para a Quetzal, Guerra & Paz, Almedina e Sextante. Estreou-se na ficção com Última Paragem: Massamá, vencedor do prémio PEN Clube Português para Primeira Obra 2012. No mesmo ano, foi publicado Éramos Felizes e Não Sabíamos (Quetzal), uma compilação de crónicas. Bloguista indefetível, é o criador do irmãolúcia. O seu segundo romance, O Que não Pode Ser Salvo, foi publicado em 2015 (Quetzal).